29
jul

A Psoríase é uma doença autoimune, inflamatória e não contagiosa da pele.

Antes de continuar vamos esclarecer o que é doença autoimune. Doenças autoimunes decorrem de um mau funcionamento do sistema imunológico, levando o corpo a atacar os seus próprios tecidos.
No caso da Psoríase o próprio sistema de defesa do corpo começa a atacar as células dermatológicas por algum motivo, causando lesões.

Alguns fatores aumentam as chances de desenvolver a doença ou piorar o quadro já existente:

• Histórico familiar – entre 30% e 40% dos pacientes de Psoríase sabem ter familiar de primeiro grau com psoríase.
• Estresse – um número expressivo de pacientes refere-se ao aparecimento ou agravamento das lesões após estresse agudo ou crônico, como perda de um familiar, por exemplo.
• Obesidade – excesso de peso pode aumentar o risco de desenvolver Psoríase e pacientes com Psoríase tendem a apresentar peso acima do ideal.
• Tempo frio – como a pele fica mais ressecada isso pode piorar as lesões, visto que a psoríase tende a melhorar com a exposição solar.
• Infecções diversas.
• Medicamentos, sendo os mais comuns os antimaláricos (ex. cloroquina), medicamentos para tratar hipertensão (ex. propranolol e outros betabloqueadores) e lítio (para tratamento do transtorno bipolar).
• Consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo – tendem a piorar as lesões existentes.

Como a doença se manifesta?

A Psoríase se manifesta como lesões na pele, tais como:
– Lesões avermelhadas com escamas esbranquiçadas ou prateadas;
– Placas e descamações no couro cabeludo, cotovelos e joelhos;
– Pele seca e rachada;
– Coceira, dor e descamação;
– Unhas grossas, descoladas e com furinhos.

Alguns pacientes relatam dor nas articulações.

TRATAMENTO

Um aviso importante que vale para qualquer caso: Não se automedicar!
Procure um diagnóstico junto ao especialista.

Os quadros mais comuns, 85 a 90%, são de Psoríase em Placas ou Vulgar: Placas avermelhadas na pele, cobertas com escamas esbranquiçadas ou prateadas, que podem doer e até sangrar.
As lesões podem atingir qualquer área do corpo, embora sejam mais comuns em couro cabeludo, cotovelo e joelhos.

Existe também Psoríase artropática (artrite psoriásica), Psoríase invertida, Psoríase gutata (ou psoríase em gota), Psoríase pustulosa; cada uma com seu respectivo tratamento.

Se você tem algum dos sintomas descritos acima, procure um médico.

Os profissionais da LifeStars Cuidadores estão sempre observando todo e qualquer sinal de alteração em seus idosos, para um pronto tratamento e cuidado preventivo, buscando a melhor qualidade de vida para cada um.